Notícias
Compartilhar
17/05/2017

Reunião com Relator da Reforma da Previdência, FENAT presente

Representantes dos três Poderes e do Ministério Público estiveram reunidos na manhã desta quarta-feira (17), com o relator da reforma da Previdência na Comissão Especial, deputado Arthur Maia (PPS/BA).

Ao fazer a abertura do encontro, o deputado Pauderney Avelino (DEM/AM) ressaltou a importância das entidades buscarem o governo para a convergência de interesses. Também participaram da reunião os deputados federais Bilac Pinto (PR/MG) e Cláudio Cajado (DEM/BA).

Relator da Reforma da Previdência

Arthur Maia respondeu que as lideranças da Câmara estão dispostas a chegar a um consenso. “Com o conjunto de todas as carreiras dos servidores, dos três Poderes e do Ministério Público, queremos ter uma conversa franca, que atenda aos interesses de ambos os lados – dos servidores e do governo”.

“Como vocês sabem, estamos em um processo de negociação permanente. Sendo assim, temos que ter claro que cada um de nós não vai atingir o máximo que pretende”, ponderou.

O parlamentar deixou claro que o governo não quer mais ouvir falar em mudanças na matéria. Mas, que os líderes têm buscado um acordo para que a proposta seja aprovada sem cometer grandes injustiças aos trabalhadores.

O deputado reconheceu que o debate mais polêmico é mesmo em torno das regras de transição. “A equipe técnica da Casa elaborou várias tabelas e fez diversas simulações, e ainda assim não conseguimos construir uma proposta que possa atender a esses segmentos, conforme pontuado por vocês.”

Arthur Maia informou que o texto do relatório não pode mais ser alterado. Porém, propôs, caso os servidores públicos cheguem a um consenso com o governo, uma emenda aglutinativa, que, segundo ele, ficaria mais fácil de ser aprovada pelo colegiado da Câmara.

“Vou deixar claro que existem parlamentares totalmente contrários a qualquer nova concessão nessa PEC. Mas, uma emenda aglutinativa, construída em parceria com todos vocês, é algo razoável para defendermos”, explicou Maia.

FENAT presente

A FENAT se fez representar pelo seu 1º Vice-Presidente, Rubens Roriz, juntamente com a representante da FENAFIM, Ana Amélia, e do Presidente da FEBRAFITE, Roberto Kupski.

Registramos as presenças de várias lideranças nacionais como por exemplo, o Presidente da ANP, do Ministério Público Federal, dos representantes da magistratura federal e estadual, e do legislativo nacional.

Dificuldades para alcançar o quórum de aprovação

A percepção da FENAT é de que o Governo, na verdade, não possui os votos necessários e então iniciou tratativas para negociar, visando obter o quórum necessário para aprovação da matéria.

A Federação vê como importante a sinalização do Relator Artur Maia que poderá alterar as condições da transição dos servidores públicos ingressos até 2003, com o objetivo de manter a integralidade e paridade, as conversas continuam em novo encontro na próxima terça-feira.

Notícias Relacionadas